Lúpus Tem Tratamentos

O que é exatamente o lúpus? É uma doença autoimune e, autoimune significa o seguinte, as pessoas normais tem uma defesa; tem células, tem proteínas que vão defender contra bactéria, contra vírus, nessas pessoas o que acontece é que esse sistema vai contra o próprio individuo então ele agride o rim, o coração, o fígado, pode agredir qualquer parte do corpo; inclusive pele, articulação, todas as partes do corpo. A agressão pode ocorrer em qualquer doença, nesta doença ela tem algumas características, mais frequente são os problemas articulares da fadiga e afeta a pele, tem uma lesão muito característica que pega a região malar e o dorso do nariz que forma a asa de borboleta que é sensível ao sol. A sensibilidade aumentada ao sol, uma dor articular, fadiga, uma mulher na idade fértil faz lembrar-se da possibilidade de ser lúpus.

O lúpus pode ocorrer, tanto na infância, como no idoso, mais é muito mais raro, ele é mais frequente na mulher na idade fértil, no período que ela menstrua, essa fase é muito mais frequente na mulher do que no homem numa relação de nove para um. O lúpus de acordo com a classe medica, acredita que ele tem uma relação hormonal e ate se procura evitar o hormônio feminino, a ante concepção é feita de uma forma diferente por que tem uma possibilidade de piora do lúpus se ela tomar a pílula, por exemplo, a  pílula que existe disponível para todo mundo, ela tem que tomar a de progesterona sendo indicada pelo próprio reumatologista.

O órgão mais acometido pelo lúpus é o rim e, hoje temos muitas formas de tratamento e, o lúpus melhorou muito o diagnóstico e tem outras medicações para tratar, é muito raro o caso ser grave de mais. Em primeiro lugar existem dois tipos de lúpus; um que pega só a pele e o outro que pega qualquer órgão do organismo e isso varia de pessoa para pessoa, então o reumatologista vai ver o que é que está sendo acometido e fazer alguns exames, nenhum exame fecha o diagnóstico, tem que ser a clínica mais o exame.

O Que é Lúpus?

lúpus

Reumatologista

Tem-se uma alteração do rim, mais uma alteração no sangue, mais um teste que é considerado o teste mais característico que é o fator antinúcleo (FAN), então esses testes ajudam o reumatologista a fazer o diagnóstico, mais é um diagnóstico que tem que ser feito pelo especialista, porque é muito complexo não é muito fácil de ser feito. É importante ressaltar que lúpus não é uma doença contagiante, não pega, não é uma doença genética é uma doença que tem predisposição genética, isso significa que a pessoa de uma família que tem lúpus tem mais chance de ter lúpus, mais ainda sim é raro, isso não acontece só com lúpus mesmo diabético, o que acontece, uma pessoa não vai ter diabetes se alguém da família tiver e, só vai ter se tiver o gene que permita que você tenha diabetes, então quem tem lúpus na família tem uma incidência aumentada ainda que seja raro, ela pode se manifestar ou não.

Hoje a qualidade de vida em lúpus melhorou muito, realmente é uma doença que tem esses surtos de atividade e remissão como é chamado e, tem alguns fatores que pioram o lúpus, por exemplo, o sol, a sensibilidade ao sol é uma coisa que pode desencadear o quadro, a pessoa está bem vai a praia toma muito sol e isso pode piorar, o stress pode piorar. A pessoa lúpica deve fazer exercício, deve ter uma vida saudável, deve comer bem, não pode fumar que é um fator que piora e que pode ser desencadeante da atividade doença, então a qualidade de vida é uma coisa importante para essas pessoas.

Não existe cura para o lúpus, porque não se sabe nem a causa da doença, mais a grande maioria dos acometidos vai ter vida normal; a fertilidade é normal, pode casar, pode ter filhos, mais tem que sempre ter o cuidado, quer dizer, o momento de engravidar tem que ser definido junto com o médico, porque você engravidar fora da atividade a chance de tudo ir bem é muito melhor, então é compatível com o trabalho, a grande maioria das pessoas vai ter uma vida normal, só com cuidado e indo ao reumatologista. Todas as pessoas acometidas praticamente tem que tomar e, existe uma medicação que é o antimalárico que é usado para malária, que se usa em dose baixa e praticamente todos têm que usar para evitar, o medicamento já mostrou que evita a ativação da doença.

Como Se Trata o Lúpus? .

lúpus

Lúpus Tem Tratamentos

Hoje já se tem medicações novas para tratar lúpus, antes era tratado agredindo todo sistema imune, melhora o lúpus mais piorava toda infecção e, hoje tem terapias muito específicas para agir só naquela célula que está alterada, melhorou muito o tratamento de lúpus, hoje a qualidade de vida das pessoas aumentou, a sobre vida melhorou, se tem uma perspectiva muito positiva para as pessoas que estão acometidas por essa doença. Tem que se ter cuidado, porque o exame positivo não significa que a pessoa tem lúpus, a pessoa deve ser acompanhada a partir do momento que se tem esse exame positivo, esse exame pode estar positivo na população normal. Fatores agravantes fumo e sol, tudo é importante para todos nós não só para os acometidos de lúpus, mais nelas especialmente é importante fazer atividade física que é muito importante para a pessoa e isso faz bem, esta qualidade de vida como um todo é muito importante para impedir uma piora da doença e, as pessoas que não tem possivelmente ajudaria não aparecer essa doença.

O lúpus não vira câncer e inclusive a incidência de câncer em lúpus é similar à população geral. Uma pessoa com lúpus também pode ter câncer mais não é uma incidência aumentada nessa população. Tem poucos estudos de sexualidade em lúpus, existem algumas alterações e muitas vezes estão associados, por exemplo, lúpus da uma fadiga muito grande nos momentos de atividade sexual, muitas pessoas precisam tomar dose alta de corticoide e neste momento a auto estima cai muito e, afeta muito esse processo, é muito mais um trabalho de qualidade de vida e, as vezes acompanhamento psicológico que pode ajudar e não necessariamente que a doença está causando isso, pode ser a medicação, o momento da doença, se esta com uma fadiga muito intensa não tem nada que vai entusiasmar na relação sexual, então é isso que teria que trabalhar mais nessa fase.

O lúpus pode afetar o sistema nervoso, a pessoa lúpica pode até ter psicose lúpica, não é uma coisa que a doença pode afetar, mais do que isso é a auto estima, é o processo de uma pessoa ter uma doença crônica e tem que dar segurança para pessoa, que é capaz de ter uma vida normal é isso que tem ser trabalhado, porque hoje se sabe que com a medicação a pessoa é capaz de ter uma vida normal.

Verdades e Mentiras Sobre o Lúpus.

lúpus

Cartilha

A pessoa quando fala que vai ter que tratar o resto da vida, achando que a vida acabou; isso não é verdade, indo ao reumatologista e quando melhora às vezes tem retorno a cada seis meses ou a cada ano, a mulher tem que ir todo ano ao médico, então não é uma coisa que tem que ser tratada como se fosse um drama muito grande, é muito trabalhar o lado psicológico se não for uma atividade de doença que está atingindo o cérebro. Não tem regra com relação ao surgimento, isso acontece, é totalmente variável e tem medicação como antimalárico que se mostrou que aumenta o tempo da pessoa permanecer em remissão, se tem usado muito essa medicação em lúpus.

O medicamento antimalárico é tomado para evitar ter, uma vez tomado tem que tomar sempre, inclusive é uma medicação de depósito que demora a fazer efeito e, se a pessoa tiver uma atividade tem que procurar o reumatologista sempre, porque se tiver tendo um envolvimento renal só no exame irá aparecer e não vai sentir nada e, quando a pessoa sentir já é uma coisa mais grave, então é importante fazer o diagnóstico precoce e mesmo das ativações da doença que se pega bem no comecinho para conseguir tratar e para não ter lesão de órgão.

No exame o lúpus pode dar muita coisa, mais nem tudo é lúpus, então essa é uma grande questão. O exame FAN (FATOR ANTINUCLEAR) positivo é um teste para começar a testar, ele pode ser positivo na população normal e, não pode ser usado como referencia de que a pessoa tem lúpus, ela fez o FAN positivo, suponhamos que tenha uma dor articular, ela deve ir ao reumatologista para se fazer uns outros exames, procurar outras manifestações que ela não possa ter percebido e ai sim pode se ter o diagnóstico lúpus e possivelmente deve ser uma coisa muito leve e, vai ser compatível com uma vida normal.

A vacina é muito importante, a pessoa lúpica tem mais chance de ter infecção pela própria doença e também pela medicação que é usada, então essa pessoa é uma pessoa especial que deve tomar as vacinas, a grande questão é que ela não deve tomar vacina com vírus vivo, tem algumas vacinas, por exemplo, febre amarela que é com vírus vivo, a pessoa não deve tomar, porque no principio ela da uma infecção leve e nessa pessoa pode ser muito grave, se for tomar vacina é conveniente pedir orientação para o reumatologista, mais ela deve tomar vacina, é muito importante para se prevenir de outras doenças.

Estou trazendo aqui para você uma cartilha feita pela Sociedade Brasileira de Reumatologia e, está disponível para fazer o download gratuito, ela tem perguntas para pessoas leigas sobre lúpus, perguntas e respostas e tem também nome de médicos da área de reumatologias que pode atender as pessoas, a apostila pode ser muito útil para quem tiver duvidas sobre lúpus. Espero que este artigo possa ter ajudado no esclarecimento de algumas duvidas e, se necessário for deixe as suas duvidas no comentário abaixo.

Lúpus Tem Tratamentos
Por Favor Avalie Esta Postagem

Gostou? Deixe O Seu Comentário Aqui!

Muito Obrigada Por Participar