HPV Causas, Sintomas, Tratamento E Prevenção

HPV muitos ainda acham que este assunto é um tabu e na verdade esse é um assunto que se precisa falar esclarecer, porque as mulheres precisam ter essa consciência. O HPV é uma doença sexualmente transmissível que causa muitos problemas e mata muita gente, porque ele é um causador do câncer de colo de útero, se sabe que hoje o câncer de colo de útero, é o segundo que mais mata no Brasil, então você precisa fazer uma prevenção para que essa doença seja evitada e, que a gente evite uma doença que é totalmente previnível.

clique aquiAssista Os Vídeos

O HPV é contagioso só se pega por contagio ou sexualmente transmissível e, pode ser transmitido também da mãe para o nenê na hora do parto, então as mulheres que tem as verrugas, por exemplo, ao redor do canal de parto que é o caminho por onde o neném vai passar no parto normal, essas verrugas podem contaminar o neném podendo ter infecções de garganta, de boca e outras infecções.

As verrugas não são visíveis e as mulheres não sabem que têm, algumas verrugas podem ser visualizadas e a mulher pode sentir principalmente quando elas estão mais adiantadas, então é importante que a mulher se examine se toque no banho para ver se tem alguma coisa diferente do habitual.

O mais importante é fazer os exames de rotina, é procurar o ginecologista pelo menos uma vez ao ano. Justamente aquele exame que temos que fazer todo ano, que é o exame de Papanicolau é o exame que previne o câncer de colo de útero, é a partir desse exame primeiramente que a gente vai fazer uma prevenção do câncer do colo de útero e do HPV e, na visita ao ginecologista se vai poder ver se tem alguma verruguinha ou alguma outra lesão suspeita do HPV.

Essa sigla significa papiloma vírus humano (human papiloma vírus), se sabe que tem mais de cento e cinquenta (150) sub tipos do HPV, então se numera e, tem os principais tipos, 16, 18, enfim uma série deles que são os principais causadores.

Alguns deles causam principalmente o câncer de colo de útero e outros principalmente as verrugas. Hoje temos basicamente dois tipos de vacinas, já está em estudos vacinas que vão ampliar esse espectro de proteção, mais hoje as duas principais vacinas uma prevenir contra os dois principais tipos de HPV que causam o câncer e a outra previne sobre as verrugas.

Campanha De Vacinação Contra o HPV

hpvPara ser vacinada, precisa fazer o exame antes para saber se não tem o vírus. Depois do tratamento se observa por dois anos, que se considera a cura, se em dois anos a mulher não tiver mais nenhuma lesão do HPV, seja verruga, ou seja, lesões pré-câncer ou até o câncer, se considera a pessoa curada e, tendo sido curada poderá receber a vacina. O tratamento do HPV depende do tipo de lesão, se for verruga o tratamento inicial, primeiro tem que biopsiar essa verruga para ter certeza de que aquela lesão é causada pelo HPV, confirmado o diagnóstico se ainda ela tiver verruga e for pequena, só de fazer a biopsia já fez o tratamento, já se tirou a verruga, se tiver mais será necessário fazer a cauterizações, essas cauterizações podem ser químicas com ácidos no próprio consultório, pode ser elétricas com cautério isso pode ser no consultório ou no centro cirúrgico, vai depender de quantas lesões tem ou com laser que hoje é o que tem de mais moderno e mais seguro.

A cauterização é feita sem queimar muito a área ao redor para não prejudicar o resto da região da mucosa que é muito sensível, da região genital.

No caso de lesão pré-câncer que normalmente é no colo do útero que é a entrada do útero que fica no fundo da vagina, não fica exposto a olho nu, precisa colocar o aparelho ginecológico bico de pato para avaliar, normalmente se consegue ver as lesões com aplicação de produtos que vão amplificar a lesão, então o mais comum é o ácido acético como se fosse o vinagre diluído e, a lesão vai ficar mais clara conseguindo visualizar melhor. Em fazendo o diagnóstico de certeza, que é pela biópsia sendo cauterizada a região. Dependendo do grau da lesão, se divide as lesões antes do câncer em basicamente lesões de baixo grau e lesões de alto grau, as de baixo grau em geral, pode só cauterizar da mesma maneira das verrugas.

As lesões de alto grau, já exige um processo de cirurgia, para retirar o colo do útero mesmo.

HPV Prevenção

hpvA mulher indo uma vez por ano ao ginecologista para fazer o Papanicolau, ela já esta fazendo o exame especifico para o HPV e, se o Papanicolau vem normal se fica tranquilo e, se vem alterado, já sugere alguma infecção e se parte para a colposcopiaa e ou para vulvoscopia que é um exame mais específico em que a vulva, a vagina e o colo de útero é visto com um microscópio e aplicado o ácido e outros líquidos para avaliarem esse colo. O importante é fazer o diagnóstico e fazer o tratamento que é muito simples.

O problema maior é que as mulheres acabam não fazendo o diagnóstico, não fazendo o tratamento que é simples e acarreta o problema de saúde do útero. Este é um câncer que acomete as meninas jovens, não fazem o Papanicolau ou as vezes tem relação escondida da família, então não vai ao ginecologista e, quando chega ao serviço publico ou ao serviço particular já esta com uma lesão avançada e, neste momento já tem que fazer ou a conização que é a retirada do colo do útero por um todo, que mesmo que seja como tratamento que não precise depois tirar o útero ainda assim já é muito prejudicial, mais pelo menos ela fica curada.

Não se consegue perceber no parceiro se ele tem o vírus do HPV ou não, somente quando ele tiver verrugas, as vezes ele tem uma lesão muito pequena.

A pele que reveste o pênis é mais grossa do que a pele que reveste os genitais femininas, então muitas vezes o parceiro só transmite a doença e ele não consegue diagnosticar, ele não percebe, a maioria das infecções são assintomáticas sem nenhuma lesão.

Sempre que se detecta na mulher, em uma visita de rotina, até porque os homens não costumam ir ao médico de rotina, é sugerido que o parceiro procure o urologista para fazer o que se da o nome de peniscopia o exame clinico geral e uma peniscopia que seria o equivalente da colposcopia para o homem.

As mulheres gravidas não podem vacinar, porque é um vírus atenuado, não se sabe ainda qual o risco, durante a gravidez o que a mulher pode fazer se ela não tiver sido vacinada antes, é fazer o acompanhamento.

Na primeira consulta de pré-natal em geral, faz parte do conjunto de exames o Papanicolau e, se houver alteração se fará o acompanhamento igualmente como se tivesse fora da gravidez, pode fazer os tratamentos, se tiver verruguinha pode cauterizar.

HPV Transmissão

hpvNa gravidez o que acontece é a queda de resistência, a imunidade fica mais baixa naturalmente, durante a gravidez se ela tem uma infecção que as vezes não passou aquele dois anos que já foi citado o de cura, que pode reativar durante a gravidez, então tem que se ter atenção, ficar atenta durante a gestação, ser examinada em todas as consultas mensais para ver se não apareceu nenhuma lesão para que depois na época do parto com nove meses, se possa ter uma parto normal sem problemas, sem nenhuma verruguinha, sem nenhuma alteração.

Se existir lesões no canal de parto, porque as vezes se tem uma verruguinha, mais é longe do lugar onde o neném vai passar, as vezes perianal, as vezes perto da nádega, teoricamente não teria problema, essa lesão não terá o contato com o neném, o problema é quando, por exemplo, na parede da vagina, bem na entrada da vagina, que são áreas que o neném vai passar.

Mesmo a mulher vacinada precisa continuar fazendo o Papanicolau, porque a vacina não previne contra todos os HPVs existentes no mundo, previne no máximo contra quatro. O tratamento é baseado no tipo de lesão que a pessoa tem, independente do tipo de vírus, é tratada independente do numero que ela está classificada.

O HPV é um vírus que a se consegue prevenir quase na totalidade as transmissões, o preservativo deve ser usado, mais mesmo assim pode haver contaminação usando o preservativo, porque ele abrange uma parte do pênis, a maior parte, mais a lesões do HPV podem estar no saco escrotal, podem estar na pele ao redor, então qualquer contato pele a pele ali da região pode transmitir a doença, a contaminação é feita pelo contato.

As vezes não tem a lesão, mais o vírus está ali, uma micro lesão, não se consegue ver, pode ter a contaminação e o mesmo vale também para o sexo oral e anal, porque se sabe hoje, que o HPV tem sido encontrado na boca, na traqueia, na faringe, nos órgãos da boca.

Hoje o nosso artigo foi tratado de um assunto sério e delicado, seria maravilhoso que todos fizessem um sexo seguro dentro do casamento e, que fosse respeitada essa relação de forma muito responsável e muito bonita, conforme foi feito para assim ser, mais não é a realidade que a gente vive e os números realmente assustam e precisamos pensar e repensar na saúde em geral.

HPV Causas, Sintomas, Tratamento E Prevenção
Por Favor Avalie Esta Postagem

Gostou? Deixe O Seu Comentário Aqui!

2 Comentários

  1. Pingback: Gripe Resfriado e Alergia Saiba A Diferença - A Essência

  2. Pingback: Endometriose Sintomas Tratamento E Cura - A Essência

Muito Obrigada Por Participar