Qual A Diferença Entre Diabetes Tipo 1 e Tipo 2

Hoje este artigo será sobre diabetes, mais uma vez informativo, porém pratico. Muitas pessoas podem estar utilizando de maneira errada o equipamento.

A insulina é liberada em nosso organismo, por exemplo, os refrigerantes são compostos de glicose e de frutose que será absorvido quando você toma o refrigerante, quando o pâncreas recebe a informação que chegou a glicose, ele libera a insulina.

Um dos objetivos deste artigo é poder ensinar como fazer a medição da glicose no sangue, para ter uma ideia de quanto está a sua glicemia.

O nosso fígado é também um regulador da glicose no sangue e, vai ajudar. O pâncreas e o fígado trabalham em conjunto é o que vai regular o nível de açúcar no nosso sangue.

diabetes controlada yt

Assista Aqui !

Geralmente quem tem indicação de insulina é aquela pessoa que o pâncreas  não produz insulina, o pâncreas libera insulina a partir da quantidade de açúcar que esta no sangue, então ele vai liberar essa insulina muitas vezes.

O pâncreas do diabetes tipo 1 ou do tipo 2 e, não consegue liberar a quantidade de insulina suficiente e, tem que ser usado a insulina que é de forma injetável.

Não temos insulina via oral, não existe insulina via oral, existem Desenvolvimentos da via oral. Hoje está disponível para uso prescrito pelos médicos, é uma insulina injetável.

Agora vamos falar da aplicação da insulina nos locais de aplicação no corpo. Um dos locais de aplicação da insulina é em volta da região umbilical, que se chama região periumbilical e, um pouquinho mais na lateral.

A pessoa que precisa usar a insulina, é bom explicar que você deve ir aplicando como se fosse um reloginho a cada aplicação, então você aplica na posição de meio dia, uma hora, duas horas, três Horas, principalmente por que essa região tem vasinhos sanguíneos, então faz um hematoma pequenininho, é bom sempre ir variando o local da aplicação para não formar fibrose e não formar hematomas consecutivos no mesmo local.

O segundo local de aplicação que é a coxa; na região lateral de coxa as vezes dependendo da pessoa o médico pode orientar para fazer um pouco na região posterior de coxa, mais basicamente nesta região lateral de coxa que também vai poder aplicar a insulina.

A orientação neste caso é fazer que nem uma escadinha começa de baixo para cima e vai subindo, para não poder fazer aplicação no mesmo local, para não sensibilizar o mesmo local. 

Uma dica, quando for fazer uma aplicação na perna, cruze a perna para facilitar, naturalmente forma já mais um amassadinho e ai vai ter a outra mão livre para fazer a prega e aplicar.

Na região posterior do braço se pode usar como aplicação, alguns acham que essa aplicação é muito difícil, aqui vai uma dica que é o seguinte: você senta numa cadeira e apoia o braço no encosto da cadeira, normalmente se orienta em fazer a prega e fazer aplicação, no braço fica difícil, ao apoiar o braço na cadeira vai formar um gordinho, vai amassar o braço e, só pegar a insulina na seringa e você vai fazer aplicação, é muito cômodo também. O ideal é que você varie sempre os locais de aplicação.

Diabetes Como Conviver

diabetes braço

Tem alguns cuidados a tomar, por exemplo, se a pessoa for correr não é aconselhável fazer na perna, porque vai acelerar a circulação no local e pode alterar a absorção de insulina, as vezes a pessoa vai fazer exercícios de braço na academia não aplica no braço. Gestante é orientada a não aplicar na barriga na gestação avançada.

As meninas que estão gravidas, precisam intender que o corpo da mulher gravida vai sempre priorizar o bebe, então ele sempre vai tentar direcionar a glicose da mãe para alimentar o bebe, porque ele se alimenta através do cordão umbilical.

A placenta da mulher gravida vai desativar a insulina da mãe, porque a insulina pega o açúcar e coloca dentro da célula, então os hormônios da placenta da mãe vão inativar essa insulina da mãe para que a glicose vá para o bebe, só que chega um ponto em que acontece um desequilíbrio desse processo, é ai que o diabetes gestacional surge, é quando o pâncreas da mãe não consegue produzir uma quantidade de insulina suficiente, para manter os níveis de glicose da mãe controlados e, começa sobrar glicose no sangue, começa entrar mais glicose para o bebe, ele começa a crescer acima do normal, que também não é bom, porque o bebe tem que ter um crescimento dentro do padrão e não  pode ultrapassar esse crescimento e a mãe começa a sofrer as consequências do diabetes gestacional.

O mais importante para as que estão gravidas, é que o aumento de peso deve ser de um quilo por mês a depender da orientação do seu obstetra, muitas vezes ele pode falar em ganhar um pouco mais ou não e, evitar carboidrato simples: pão branco, arroz branco, açúcar, macarrão, sempre indo para os integrais, porque é com os integrais que lentificam a entrada do açúcar na corrente sanguínea, com isso a mãe acaba comendo menos, não ganhando tanto peso, não aumentando tanto a sua glicose e ainda não forçando tanto o pâncreas.

Diabetes Como Controlar

diabetes teste

O aparelho para medir a glicose é fornecido pelo governo e, tem alguns casos que a pessoa prefere comprar o aparelho e, o governo fornece um padrão e tem um aparelhinho menor e, também a caneta muda um pouco com relação ao aparelho.

A caneta é super de fácil aplicação, primeira coisa que precisa tomar cuidado numa caneta é onde vai encaixar as agulhinhas, que normalmente estão no kit, isso varia de lancetador para lancetador.

Encaixar a agulha no lancetador com muito cuidado, existe vários tipos de lancetadores, existe um modelo que ao encaixar a agulha já trava e, rosquear no lancetador.

Existe uma profundidade de quanto a agulha vai furar na pele, a regulagem vai de um a cinco, sendo que o um o furo é mais superficial e o cinco mais profundo e, só armar puxando e preparar para disparar.

Quando for colocar a plaquetinha no aparelho tem que tomar cuidado para não pegar na ponta que tem o chip que vai fazer a leitura e, ao colocar no aparelho é com todo cuidado e, espera ele ligar, normalmente vamos ter o código dele e em seguida começa a pedir o sangue. Uma dica, coloque o dedo para baixo, para o sangue descer e, não lancete no meio do dedo, porque no meio do dedo temos muito nervo, o ideal é lancetar do lado do dedo.

O procedimento é, desinfetar o lugar e furar sempre na lateral do dedo. Após efetuar a perfuração é só colocar uma gotinha de sangue na marquinha verde e, o aparelho vai ler e, apresentar o resultado da glicemia capilar, ou seja é a glicemia dos pequenos vasinhos que estão na ponta do dedo, já a glicemia do sangue é uma glicemia venosa, então ela é um pouco mais precisa do que a glicemia capilar, dando uma diferença de trinta a quarenta pontos, é importante que se faça os dois controles. Uma glicemia ao acaso preferencialmente ao de sangue, que acima de duzentos é diagnóstico de diabetes.

Cuidado caixa de perfuro cortante tem que pedir na unidade de saúde e, não pode ficar jogando agulha em todos os lugares. A pessoa quando está tomando medicação via oral e passa a usar insulina, que começa no esquema de insulina que se chama insulina bedtime ou insulina noturna, que é uma aplicação de insulina a noite.

Diabetes Tipo 1 e 2

diabetes aplicando

Quando for o caso de diabetes tipo 2 mais avançado ou diabetes tipo 1 que já começa com mais aplicações, geralmente são de duas a três podendo ir até quatro misturando os dois tipos de insulina.

Várias medidas por dia é que vão dar um panorama melhor, a medição é feita a depender da pessoa, podendo ser de duas ou três, agora tem pessoas que devem fazer até oito medidas por dia conforme a necessidade estipulada pelo profissional.

Para não doer aplicação tem que saber usar o lancetador certinho, é com a profundidade do lancetador que se vai poder ajustar e se vai doer ou não vai doer, então não irá doer desde que você saiba usar o lancetador direitinho.

O Diabetes Tipo 1 que é o quadro mais agudo porque falta insulina, geralmente a pessoa tem o que se chama de polis; poliúria faz muito xixi, polifagia porque come muito e polidipsia porque ela consome muita água.

É uma pessoa que já está cansada, você olha para pessoa e vê que ela está doente, então o diagnóstico do diabetes tipo 1 geralmente é um diagnóstico mais agudo por um  quadro que se da o nome medicamente de cetoacidose.

Saiba Como Controlar O Diabetes

diabetes yt

 

Assista Aqui !

O diabetes tipo 2  geralmente se descobre em exame de rotina, é porque o diabetes tipo 2 como geralmente não falta insulina e, o que acontece é um estado de resistência insulínica, porque a insulina vai perdendo a sua ação, a glicose vai subindo lentamente e não da sintoma, só que vai chegar um momento que essa glicose vai lesionar alguns órgãos; então retina, rins, e nervos , eles são uma das coisas que sofrem, por isso que é importante que as pessoas façam um exame de rotina do diabetes.

Faça um diagnóstico precoce, porque em algum momento vai faltar a produção de insulina, porque o pâncreas é uma fabrica, chega um momento que ele estressa e, vai ter falta de insulina e pode ter sintoma.

O que muitas vezes acontece, é a pessoa diabetes tipo 2 ter alguma infecção e descompensa, é a pessoa que tem uma glicemia de jejum de cento quinze, cento vinte, faz o teste passou para cento e trinta, cento e quarenta, ele já tem o diagnóstico mais está bem controlado, porque não está sentindo nada pega uma infecção, uma pneumonia, uma gripe ou alguma coisa ele vai descompensar, porque o pâncreas dele não vai ter a capacidade de produzir insulina a mais. Então faça exames periodicamente.

Qual A Diferença Entre Diabetes Tipo 1 e Tipo 2
Por Favor Avalie Esta Postagem

Gostou? Deixe O Seu Comentário Aqui!

Muito Obrigada Por Participar