Morte Subita – Arritmia Cardiaca

Morte subita! arritmia cardíaca acomete cerca de trezentos mil brasileiros anualmente e fazem uma vitima de morte subita a cada dois minutos no país a maioria das vitimas de arritmia esta dentro da faixa etária entre quarenta e cinco e setenta e cinco anos de idade, mas o disturbo pode ocorrer também em recém nascidos e na população jovem. Uma morte subita a cada dois minutos no país esse é um numero alarmante e por ano são cerca de trezentos mil mortes, tem um impacto mais significativo do que a maioria de todas as outras doenças crônicas e agudas que podem acometer diversos órgãos do sistema, mais ou menos o numero equivalente ao numero de mortes por acidentes, mortes violentas enfim é um problema realmente de grande importância na saúde publica. Os alertas que se referem a prevenção da morte subita são os mesmos que tem impacto na prevenção de doenças muito conhecidas, como o infarto, os fatores de risco de hipertensão arterial, hipercolesterolemia que é o colesterol elevado, diabetes, tabagismo, sedentarismo e história familiar positiva para doença cardíacas, a presença de familiares com antecedentes de infarto parada cardíaca ou arritmias cardíacas são todas situações que aumentam a predisposição ao aparecimento de complicações que podem vir a levar a morte subita. Importante definir o que é essa entidade morte subita que é a perda inesperada da consciência com uma parada cardíaca irreversível que ocorre dentro dos primeiros sessenta minutos apos qualquer sintoma, esse é um evento inesperado irreversível e realmente muito rápido, isso pode ser uma complicação decorrente, por exemplo, de um infarto agudo, um acidente vascular cerebral ou de alguma arritmia prévia que a pessoa tenha previamente que não tivesse conhecimento ou não tivesse um tratamento adequado.

 Morte Subita Acomete Muitos Brasileiros

morte subitaVeja que é importante deixar bem claro que nem toda arritmia cardíaca significa necessariamente uma condição de auto risco para morte subita. Existem dezenas de arritmias e que muitas vezes não guardam necessariamente sinais de mais auto risco além do descrito acima, devem ser alertados como perda subita de consciência repetida, isso se dá o nome de sincope, dor no peito e falta de ar principalmente ao se tentar fazer algum esforço ou alguma atividade física, palpitação como aceleração do coração sustentada que permaneça durante vários minutos sem melhora, associada ou não a sintomas desconforto na região do tórax e falta de ar que dificulte a realização das atividades do dia a dia, muitas vezes as pessoas pensam que estão tendo alguma arritmia grave, que sente uma ou outro batida diferente no coração é claro que muitas vezes essa queixas não guardam relação com nenhuma doença mais grave, muitas vezes não se trata de nenhum sintoma de mais auto risco, nada que uma consulta, uma avaliação inicial não possa identificar e definir quais são aqueles sinais de mais auto risco que mereça uma avaliação um pouquinho mais especializada. Existe a possibilidade de uma pessoa ter os sintomas de arritmia cardíaca com frequência, mesmo em se tratando de arritmias mais graves pode acontecer da pessoa ir ao consultório com um histórico um pouquinho mais longo de algum tempo já de sintomas premonitórios.

Morte Subita ou Mal Subito

morte subitaPor outro lado existem também aquelas situações em que os sintomas antigos, prolongados, recorrente durante muito tempo traduz a presença de uma doença mais benigna, porque existem algumas arritmias que são muito bem toleradas um exemplo delas é taquicardia supraventricular um tipo de taquicardia que não mata não é fatal, mas pode gerar sintomas de aceleração, de palpitações que muitas vezes são bem toleradas pela pessoa e pode ser tratada de uma forma completamente diferente de arritmias que levem a potencial complicação com a parada cardíaca e morte subita, as vezes se identifica que a queixa vem de aceleração, de batidas diferente do coração e muitos falam que já desmaiou algumas vezes, esses sinais as vezes eles podem vir a um período mais longo de alguns meses de evolução e que devem ser valorizados para se pesquisar e identificar que existe realmente uma potencial arritmia fatal. A hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco, que leva a complicações cardiovasculares de uma maneira geral, a complicação mais frequente é o acidente vascular cerebral que ocorre na circulação cerebral, mais no coração pode acontecer complicações de insuficiência cardíaca, aumento do risco de infarto agudo e de hipertrofia do músculo cardíaco e que estão  muitas vezes relacionadas ao aparecimento de arritmias ventriculares que leva a uma aceleração do músculo ventricular com aceleração que em alguns casos obviamente que não é a maioria mas em alguns casos pode levar ao risco de morte subita, mais a maioria das vezes o hipertenso é totalmente assintomático então a boa notícia é que com a vigilância adequada e controle desse fator de risco que é importantíssimo pode levar a prevenção dessa complicação potencialmente fatal.

Prevenção da Morte Subita

morte subitaExistem mais alguns outros fatores de risco que são muito importantes na prevenção da morte subita, que são também o colesterol elevado, o tabagismos e não se esquecer da doença de chagas que é uma doença frequente e que está relacionada em alguns casos ao aparecimento também dessas taquicardias ventriculares ou que bloqueiam o sistema elétrico do coração que possam vir a necessitar de um marca passo para prevenção da parada cardíaca. O tratamento adequado para arritmia cardíaca. Agora estarei descrevendo especificamente das arritmias mais graves, porque realmente muitas dessas que foi descritas, ou não vai requerer nenhum tratamento específico ou pode simplesmente ser controlada por alguns tipos de condutas gerais que visam apenas a melhorar a qualidade de vida, porque não estamos diante de nenhum ataque cárdia graves ou de bloqueios importantes, mas a arritmia maligna quer sejam taquicardia quer sejam bloqueios podem ser tratados com alguns medicamentos específicos, com marca passo que é um dispositivo eletrônico implantável, como se fosse um relógio que regula os batimentos do coração para evitar a queda desses batimentos, desfibriladores que são aparelhos também implantados muito parecidos com marca passo e que servem para aplicar um choque automático no caso de uma parada cardíaca por taquicardia e eventualmente, em alguns casos essas arritmias podem ser eliminadas através de um procedimento chamado de ablação por cateter, que é um procedimento que pode mapear no coração o foco dessas arritmias algumas delas especificamente e serem eliminadas através dessa técnica chamada de ablação. A verdade é que a morte subita ainda ocorre com muita frequência.

Morte Subita – Arritmia Cardiaca
Por Favor Avalie Esta Postagem

Gostou? Deixe O Seu Comentário Aqui!

2 Comentários

  1. Pingback: Tratamento Para Asma e Bronquite - A Essência de Mulher

  2. Pingback: Sindrome Do Pânico Tem Tratamentos - A Essência de Mulher

Muito Obrigada Por Participar