Direitos Humanos

“Igualdade “ ou do latim “Equalitas” que significa qualidade daquele ou daquilo que é igual. Na sociedade em que vivemos em todos os sentidos igualdade foi uma palavra que demorou a se efetivar, inclusive entre Homens e Mulheres. Como foi citado em uma publicação anterior a essa, os Direitos Humanos da mulher, as mulheres conquistaram seus direitos com muita luta e opressão, direitos aos quais podemos destacar os direitos a Igualdade Jurídica, que por sinal trouxe grande avanço para a vida da mulher moderna. A ONU (Organização das Nações Unidas – Direitos Humanos) preocupada com a situação em que muitas mulheres viviam e ainda vivem criou uma série de direitos básicos e Jurídicos que as mulheres de hoje podem recorrer sem se sentirem frágeis ou recuadas. Por exemplo: Direito a vida; Direito a ir vir (sem coação pelo marido); Direito a Igualdade e estar livre a qualquer discriminação; Liberdade de pensamento; Direito à informação e a educação; Direito a privacidade; Direito a saúde e a proteção desta; Direito a construir relacionamento e planejar sua família; Direito a ter ou não ter filhos (ressalvo o aborto que vai contra o Direito à vida); Direito aos benefícios dos progressos científicos; Direito à liberdade de reunião e participação política; Direito a não ser submetida a maltrato. Os Direitos Humanos foram elaborados para serem cumpridos.

Direitos Humanos

Igualdade à Direitos Jurídicos

direitos humanosSem falar que no âmbito jurídico as mulheres conquistaram o direito ao divórcio e antigamente quando acontecia, essas eram pensionadas pelos maridos por motivo de quase não trabalharem ,claro, ressaltando que na época o marido que conseguisse provar o erro da mulher para que ocorresse a separação, essa perderia esse direito , o que hoje foi erradicado, e sem esquecer de citar que paga a pensão quem obtiver renda maior e deter a guarda dos filhos e não ocorrendo o pagamento a pessoa pode ser presa sendo ela homem ou mulher. Outro feito foi o direito delas poderem escolher ou não o nome do marido ao seu depois do casamento,sendo obrigatoriedade em épocas passadas. De acordo com a convenção ocorrida em Belém do Pará na qual foi dito que: “…o reconhecimento e o respeito irrestrito de todos os direitos da mulher são condições indispensáveis para seu desenvolvimento individual e para criação de uma sociedade mais justa, solidária e pacífica…” Em todas as suas conquistas as mulheres lutaram bravamente tendo uma curiosidade interessante, é que nos últimos tempos o sexo feminino é o de maior natalidade no mundo, então com certeza aquele ditado de que “vence quem é maioria”, pode ser aplicado, pois essas mulheres daqui a algum tempo se já não estão, serão consideradas o futuro da humanidade.

Por: Kamila Novais

Direitos Humanos
Por Favor Avalie Esta Postagem

Gostou? Deixe O Seu Comentário Aqui!

2 Comentários

  1. Pingback: Abusos Nos Transportes - A Essência de Mulher

  2. Pingback: Pensão Alimenticia Dos Filhos - A Essência de Mulher

Muito Obrigada Por Participar